publicidade de alimentos / 19 de fevereiro de 2013

Sustagen Kids e a tentativa de parecer saudável. Comigo não, violão!

Texto de Paloma Varón*

No fim de 2012, recebi um release, uma “sugestão de pauta” para o meu blog pessoal – que não é nem nunca foi comercial –, que, dentre tantos outros que recebo quase que diariamente, me chamou a atenção. Era da empresa fabricante do Sustagen Kids no Brasil, que enviava para mim sugestões de lanches saudáveis (sim, saudáveis, era este o apelo) usando o produto deles para eu publicar no meu blog de graça. Que lindo, quanto desprendimento, quanta generosidade…

Já estou acostumada com este tipo de abordagem e nem respondo a estes e-mails. Tá, como jornalista que também já atuou como assessora de imprensa, eu poderia dar um toque e dizer: “Você está fazendo isso errado, amiga”, mas preferi escrever isso aqui, assim o toque fica mais amplo, não só para a equipe de assessoria de imprensa, mas para as outras blogueiras, que como eu, recebem rotineiramente releases semelhantes, e para quem mais se interessar sobre o assunto.

Para começar, a primeira receita é de bicho-de-pé, aquele docinho que parece brigadeiro, mas que é cor-de-rosa. Olha, você pode achar bicho-de-pé bonito, gostoso, a sensação da festa infantil, mas… saudável? Sinto lhe informar, ele não é não. Com ou sem Sustagen Kids na receita, continua sendo um doce com uma quantidade absurda de açúcar. Aliás, fica a dica: um brigadeiro feito com um achocolatado sem açúcar ou mesmo cacau puro é muito menos doce, portanto, menos prejudicial à saúde. Nem vou entrar na discussão dos corantes e de todos os produtos químicos que existem naquela lata. Também não vou discutir o fato de que a receita proposta leva margarina em vez de manteiga.

O ponto mais importante aqui é que Sustagen Kids não é um produto legal – na medida em que é industrializado e não é indicado para qualquer criança “que não come frutas e verduras”, como a propaganda faz parecer  –  e não vai ser adicionando-o a receitas também pouco saudáveis que vamos, por um passe de mágica. “saudabilizá-las” (neologismo que acabei de criar, deu para entender, né?).

O problema é que o suplemento acima referido, assim como outros do gênero, por meio de anúncios em que a criança não almoça e recebe um copo de Sustagen Kids em troca, caíram nas graças de muitos pais e mães, que acham que eles são a salvação da lavoura, afinal, a maioria dos pais acha que seu filho come menos do que realmente come.

“Se por um lado temos nossa responsabilidade de pais com o que nossos filhos comem, a publicidade também não pode se eximir da responsabilidade dela em anunciar seus produtos de forma a ‘munir’ as crianças com argumentos de convencimento para as compras. A indústria de alimentos também tem uma boa parcela de culpa por produzir alimentos com qualidade nutricional ruim. E o governo, que conta com pouquíssimas iniciativas em favor do consumidor, também precisa tomar a rédea da regulamentação da publicidade de alimentos”, é a opinião da nutricionista Claudia Olsieski da Cruz.

Claudia é mestre em nutrição pela UERJ e doutoranda em Alimentação, Nutrição e Saúde pela mesma universidade. Professora da área de Nutrição Social da Universidade Estácio de Sá, casada e mãe de um menino de 8 anos. Estuda a relação da publicidade de alimentos com o consumo alimentar, bem como a regulamentação do setor. Para saber mais, leia a entrevista que publicaremos na quinta-feira, dia 21 de fevereiro.

*Paloma Varón é mãe de duas, jornalista, blogueira, defensora dos direitos da infância e da mulher, entre outras tantas coisas que a definem. Baiana, idealista, curiosa, agitada, expatriada na Eslovênia.


Tags:  olhar crítico sugestão de pauta Sustagen Kids

Bookmark and Share




Previous Post
Retrospectiva MILC: semana 4
Next Post
Com a palavra, a nutricionista: Claudia Olsieski da Cruz fala sobre suplementos alimentares



Mariana Sá




You might also like




41 Comments

Feb 21, 2013

Muito legal! Parabéns! Li também a entrevista. Meu marido é médico e apareceu um dia aqui em casa com umas amostras grátis deste produto, dizendo, se um dia, alguém com desnutrição precisar… ficou rolando um tempão no armário até eu um dia jogar fora. Esses produtos, assim como aqueles lanchinhos industrializados ganhados de amiguinhos ou familiares ou os saquinhos de surpresas de festas, o local é a lixeira, afinal, se não quero para meus filhos, não vou repassar para outra criança!


    Feb 22, 2013

    Marina, eu penso da mesma forma! Se é porcaria e não quero dar pras minhas filhas, também me sentiria mal doando para outras crianças.

    Abraço, Silvia


Feb 25, 2013

Obrigado pelas orientações, tenho um filho de 15 anos que pratica o skate intensamente e foi sugerido o Sustagen Kids. Mas pelas suas orientações, o café da manhã seria praticamente açúcar, já que na Informação Nutricional das 30g (3 colheres de sopa) 27 g são de açúcar. Além do rótulo estar incorreto pois o % Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2.000 cal é para adulto.


Apr 24, 2013

Achei bem interessante, meu filho come mal,estava pensando em dar esse produto,ele tem 3 aninhos, mas diante dessa informação, agora me digam e o nescal ou o toddy,eles também são só ilusão!bjs


    Apr 25, 2013

    Vania, os achocolatados vendidos no mercado, se você observar o rótulo, são na verdade à base de açúcar.

    Ao ler rótulos, tenha em mente que a lista de ingredientes exibe os itens daquele que está em maior quantidade para o que está em menor quantidade. Mais da metade do conteúdo é açúcar puro.

    Uma solução saudável pode ser adotar o uso do cacau em pó adoçado com rapadura ralada, açúcar mascavo ou açúcar demerara, de preferência orgânicos.


Oct 22, 2013

Fico muito incomodada com mães que dizem meu filho come mal, ou come pouco, então vou dar suplemento alimentar. Fácil não é? Apazigua a consciência sem dar trabalho de preparar pratos variados, coloridos, saudáveis.
Ana Afonso
*Tenho bronca do Sustagem desde a infância quando minha mãe paparicava meu irmão e ao invés de incentivar que ele comesse a refeição normal como toda a família dava Sustagem para que ele não ficasse fraco!


Oct 22, 2013

Se puder, evite! Mas se quiser dar um pouco, nada de neura! Cada caso é um caso. minha maiga tem um filho com uma doença em que não consegue comer sólidos, ela tem que processar o que lhe causou um enjoo horrível e a criança passou a tomar o sustagem Kids, pois ele tem o seu valor, as vitaminas que no caso apesar de sintéticas, são as que podem salvar em determinadas situações. Por favor, gente, não criem neurose com tudo. Imaginem essa mãe se culpando ou até tirando da alimentação da criança? Opediatra recomendou o uso e a partir desse momento os exames da criança são normais. Ela consegue beber o leite sem enjoar, por causa dos sabores. O Nescau, apesar das vitaminas também, é menos saudável! Meu filho toma desde os dois anos, pois leite de soja puro ele não aceita, e nem por isso vai morrer ou ficar doente por causa de uma colher de açúcar. Ele faz parte da infância e com moderação deve ser consumido, apesar da forte corrente politicamente correta que as crianças não podem nada! Criam seres neuróticos desde bebês. Não faço apologia aos exageros, meu filho toma uma colher de Nescau por dia. E está maravilhosamente saudável, pois o levo ao pediatra de tempo em tempo e faço exames para comprovar. Deixam as crianças loucas, credo! Aprendar a dosar, sem exageros pode quase tudo. Imagine uma infância de proibições? Deixa as tantas restições para os alégicos e doentes, que na maioria das vezs são alérgicos pelo fato de terem sensibilidade transferida através dos pais muito seletivos na alimentação ou por causa do excesso de comidas não saudáveis. os dois extremos pecam.


    Dec 19, 2013

    Concordo plenamente!!! Menos hipocrisia galera, por favor.
    Nossos filhos não são troféus para exibirmos. Criar regras absolutas, a ponto de não deixar uma criança comer o saquinho de doce da festinha que foi. Sinceramente fiquei horrorizada. A que pontos chegamos?
    Meu filho tem 2 anos. Ama cenoura, espinafre e quiabo. Tem uma alimentação super saudável. Sempre elogiado pelo pediatra… E SIM, ele toma sustagem de baunilha… E SIM, ele chupa um pirulito de vez em quando, e come um danoninho também. Come 1 danone, e quando pede outro, não dou. Explico que ele já comeu e vai doer a barriga se comer mais.
    Tudo tem limite… Até pra ser louco!!!
    Simplesmente chocada com tantas “mães maravilhosas” num só lugar…
    Tenho dó das crianças neuróticas e deprimidas que serão criadas.
    Deixo aqui minha indignação!


      Feb 19, 2014

      Perfeito Karen!!!
      Essas são as mesmas mães neuróticas que fazem com que as mães que não podem ou não conseguem amamentar sintam-se incompetentes.


      Mar 23, 2015

      Show de bola , sabedoria sem frescura , valeu amiga , abaixo a neura


      Jan 29, 2016

      Realmente Karen, também estou passada com tanto exagero. Tenho uma filha de 1 ano e 4 meses, ela ainda não come nenhum tipo de doce, mas sei que um dia vai comer, e sei que isso não vai prejudica-la . Porque como ja ouvi de vários especialistas da área são os excessos que prejudicam a saúde.


    Oct 17, 2017

    Super concordo!


      Oct 17, 2017

      Karen concordo com vc!


    Oct 17, 2017

    Super concordo Aninha!


Oct 22, 2013

Quais são as opções de complementação ou suplementação para o leite da criança além do cacau 100%? Onde encontro esse cacau?


Dec 12, 2013

Obrigado pelas informaçoes, já sou adulto, 23 anos e esta pensando em comprar como forma de suplementação (sustagem adulto), agora, nem quero mais saber. O melhor é comer de forma saudável mesmo.

Temos que ficar atentos.
Obrigado.


Jan 22, 2014

No caso do meu filho, ele come bem, graças a Deus, legumes, frutas, verduras, mas no leite ele aceitou melhor o sustagem kids de morango, porém não se trata de complemento alimentar, tanto que dou tb vitaminas de frutas…


Mar 06, 2015

meu filho come bastante legumes e desde de um ano de idade ele toma o sustagem e nunca deu problema graças a Deus;toda alimentaçao tem limiti e guantidade certa e nada substitui o almoço ou jantar,basta voces ter controle e nao deixar a criança te controlar.


Apr 30, 2015

Geeeente, eu entendi bem a resposta da Mariana para a Vania Cardoso? Cacau em pó adoçada com rapadura ralada!!!???? Que é isso, que mundo vivem, concordo plenamente com o pessoal que escreveu que a neura é de mais, eu ja vi inclusive pediatras que passam a orientação para a mãe dar como complemento alimentar o Sustagem kids, realmente tem crianças que não comem tudo que os pais oferecem a elas, tipo frutas e verduras, mas não é porque a mãe ta com preguiça de dar alimentos saudáveis, mas tem um ponto que a criança começa a ter os seus gostos, e o que podemos fazer? Lançar guela a baixo, dizendo: você tem que comer!!? Vcs já foram obrigados a comer algo que não gostam, que inclusive da ânsia para satisfazer outras pessoas porque acham que é saudável e tem que comer? Se não, façam isso. Nossos hábitos alimentares refletem nas crianças, mas nem tudo a gente consegue controlar ou fazer do nosso jeito. Sem contar que são crianças e elas pedem isso também, são filhos de Deus!!!
No meu ver o ideal é controlar, tanto açucar como sódio e muitas outras coisas, por exemplo a neura!!! se não as crianças crescem “saudáveis de mais”, mas também neuróticas e infelizes por não conhecer muitas coisas boas que existem no mundo.
kkkk, ainda estou pensando que gosto tem o tal de cacau em pó com rapadura ralada!!kkkkkkk


    Apr 30, 2015

    Entendeu bem, sim 😉 a indicação que Silvia fez sobre uma alternativa aos achocolatados é muito gostosa: cacau 100% com rapadura ralada tem um sabor especial, experimente! Mas experimente com o coração aberto e umas duas ou três vezes. Teste as proporções, porque nosso paladar está super estragado pelos industrializados e leva um tempo para que conseguir perceber o valor de cada sabor. Meus filhos adoram o leite com cacau e açúcar mascavo quentinho no café da manhã. Hoje é uma colher de cada, mas no início eram 3 colheres de açúcar mascavo para cada uma de cacau porque eles estavam acostumados com os achocolatados comuns.

    Sobre a neura: não obrigo meus filhos de comerem o que gostam nem obrigo a comer o que não gostam, porém ofereço opções cada vez mais saudáveis a eles. E não faço isso para sair bonita na foto ou para agradar ninguém: educo meus filhos segundo alguns princípios e entre eles está a atitude política em relação à produção de alimentos. Eles que são crianças pequenas entendem que um produto que diz complemento alimentar e é 90% açúcar não merece entrar na nossa casa. Eles entendem que cada centavo que damos a este tipo de indústria estimula a enganação com que estamos quase acostumados.

    Além das neuras precisamos controlar esta vontade irresistível de julgar e fazer pouco das opiniões e decisões alheias. Cada pessoa tem o seu caminho e cada um deve ser responsável pelas escolhas que faz. A autora não está sugerindo que ninguém obrigue os filhos a comer, mas que mães e pais se responsabilizem por uma crítica em relação aos riscos para a saúde de se acreditar nos apelos comerciais enganosos que uma empresa de produtos alimentícios pode fazer para conseguir nossos ricos reais.

    Experimente trocar o achocolatado pelo cacau, adoçando como desejar e volte para nos contar: é mais barato, mais gostoso e livre de apelo comercial enganoso.

    Abraços e bom feriadão,
    Mariana


      Dec 04, 2016

      Paaaaaaaaaaaaaaaaalmas! Aplaudi de pé a resposta, penso da mesma maneira.


    Sep 01, 2015

    Você nunca experimentou rapadura? Nem cacau em pó em vez de achocolatado? Não sabe o que está perdendo!


Oct 18, 2015

gostei da matéria. ofereço uma vez o dia , meus filho não consomem doces e nem gordura, mesmo assim seria prejudicial?


    Oct 18, 2015

    Oi Graziela,
    Não podemos te dizer o que fazer, porque esta não é uma página de nutrição. Aqui apenas refletimos sobre como coisas que parecem essenciais nas vidas dos nossos filhos são irrelevantes. Por exemplo: se meus filhos comem bem, se não ofereço doces, por que dar diariamente um produto que tem tanto açúcar? As vitaminas e nutrientes adicionados nesta mistura de vários açúcares valem à pena? Com o valor deste produto daria pra reforçar estas vitaminas e nutrientes vindos de fontes naturais como verduras, frutas, sementes, carnes, etc?
    Enfim, coisas pra se pensar.
    Abraços,
    /mariana


Feb 18, 2016

Mariana, parabéns e continue sim com as suas idéias e convencimento saudavel aqui descritos. Infelizmente a sociedade está sendo enganada pelas “podridões” industriais colocadas nas gondolas para serem compradas pelas pessoas ignorantes que se quer sabe diferenciar o bom do ruim. Procuro alimentar meus dois filhos, 2 anos, 10 meses, com uma alimentação saudável, igual a que nossos avós se alimentava!


Jul 27, 2016

Li comentários de mãezinhas dizendo que dar suplemento alimentar é coisa de malvadas mães que querem se eximir de preparar alimentos mais ricos e variados. (Parei de ler porque fiquei com asco de ler mais coisas desse tipo de generalização.) Falem por vocês, migas, vocês não conhecem as lutas dessas outras “mães preguiçosas” que adotam o suplemento. Acreditem, coleguinhas, vocês não são melhores mães só porque as proles de vocês não tem dificuldades de alimentação.


Aug 01, 2016

Quanto exagero..quantas super-mães..quanto mimimi..cresceram SIM!!!!! comendo açucar,bala das festas,docinhos e todo o resto..e estaão VIVAS! mas agr querem contradizer td que comeram e não as matou…Ah! mas eu comi sem poder optar..eu comi sem saber..eu nao podia decidir..agr eu posso..mimimi..Esse mundo cada vez mais “estudado” esta cada dia mais louco..com tantas descobertas e regras para tudo e todos..eu em..


Oct 02, 2016

é realmente de se pensar ,o que dar aos nossos filhos ,principalmente os que não são alimentos de qualidades ,acredito que todas mães querem o melhor para seus filhos por isso procura por alimentos que favoreça um suplemento de vitaminas.o bom seria se tirasse dar formula da sustagen kids o alto teor de açucara acredito que seria a soluçao menos açucaras é mas mamães felizes,fica aqui o meu apelo aos responsavel pelo produto. um abraço a todos.


Oct 05, 2016

Eu cresci tomando Nescau de manhã, comendo bala, brigadeiro e etc. Estou viva, com 30 e poucos… mas com glicose alta, tomando remédio para baixar o colesterol e viciada em açúcar ( açúcar vicia tanto quanto as drogas ilegais ) . Hoje, minha mãe reclama que na época dela não havia essa informação e se ela soubesse, não teria dado tantos alimentos com açúcar. O paladar do adulto já está viciado, o do bebê, não.

A indústria alimentícia é mentirosa e cínica e nos engana facilmente. Mesmo nos produtos voltados para os adultos, como o néctar de fruta, por exemplo, que tem 20% de fruta e 80% de água e açúcar.


Nov 03, 2016

Não pude deixar de ler a matéria, pra ser sincero, Mariana, eu partes concordo com vc e em partes discordo. Querida, hoje em dias existem muitoa fatores que contribuem para a questão da saúde, um deles é a genetica… Ja conheci pessoas que se alimentaram bem a vida inteira, evitando isso e evitando aquilo, e no fim faleceram por conta de doenças graves, e conheço pessoas que consomem produtos um pouco fora de moderação e no fim da vida morrem naturalmente sem desenvolver nenhum tipo de anomalia grave. Outra coisa importante, não adianta vc entupir seus filhos de naturebas, porque elas também tem seu fator negativo, agrotóxicos fazem tão mal quanto produtos industrializados. Outro fator importante, não adianta comer nautrebas e ser sedentário. Às vezes uma pessoa que toma suplementos diariamente e pratica atividade física, acaba sendo mais saudável que alguém que come frutas e verduras e é um sedentário. Então a questão não é comer natural ou não…Tudo é moderação e atividade física. Então fica em paz, um copo de sustagen pela manhã não faz mal a ninguém. E rapadura é doce também, não adianta ser natural se for consumida e não for eliminado o açúcar que ela contém através de exercícios. Espero ter ajudado aqui de alguma forma.


    Nov 16, 2016

    Então já que a genética é o fator mais importante joguemos tudo para cima e só façamos aquilo que nos dá prazer… afinal, nossas escolhas não têm consequências, segundo sua tese. Mas o cerne da questão aqui é a informação sobre um produto alimentício que promete atender às necessidades das crianças que comem mal, mas que é feito de muito açúcar (como se açúcar fosse uma necessidade nutricional e sabemos que não é). Ao final e ao cabo, a escolha só se viabiliza com informação livre e abundante: só assim podemos dizer que a pessoa escolheu conscientemente dar um copo do produto pela manhã ou substituir todas as refeições por ele.
    /Mariana


Dec 06, 2016

meu filho desde novinho foi dificil fazer com que ele alimentasse,eu e minha esposa compramos outros alimentos mas o que ele gostou foi o sustagem kids/cada caso e´um caso,se criança nacesse com manual de instruçao!!! p sustagem kids eu o recomendo/pior e´comer essas alimentos cheios de veneno da agroindustria


Dec 10, 2016

Meu filho toma esse sustagen kids. …. Bom, tomava. A poucos dias meu filho ficou internado e nos exames constatou anemia, baixo teor de ferro. Minha filha não toma e é saudável. Na embalagem do sustagen consta alto teor de ferro e outras coisas mais. … Bom, a partir daí não é difícil de perceber que este produto é puro açúcar né. ….e da pior qualidade pelo jeito. Aqui em casa não compramos mais. Se querem dar açúcar para seus filhos que seja da beterraba … que é uma delícia. Ah….e exercícios físicos também é muito importante. Abraços


Jan 15, 2017

Tudo com equilíbrio não faz mal, de vez enquando um docinho não vai adoecer a criança, temos que ter também um bom senso na alimentação tanto p/criança quanto p/adulto ok!


May 16, 2017

Desculpe vir ao espaço para talvez ser desagradável, mas gostaria de saber como chegaram a porcentagem de 90% de açúcar?
Sou leigo no assunto, pesquisei na internet, olhei rótulos de alguns produtos deste tipo, mas não consegui chegar nesta proporção.
Obrigado desde já pela atenção.


May 16, 2017

Aliás, a informação do outro post, o da entrevista com a Claudia Cruz, fala da porção de 30g, das 27 gramas de açúcar, e do total da lata de 380g. (Imagem do rótulo com trechos reescritos abaixo pelo Milc)
O atual rótulo não consta estas informações.
A porcentagem de 90% foi feito pela proporção de 30g da porção para os 27g de açúcar, ok.
Mas, poderiam ser as tais 27g de açúcar sobre o total de 380g?
Porque, se não consta mais no rótulo, seria porque a lei não exige, estando correta ou não a lei.
E , se for 27g de açúcar para as 30g da porção, que chegam aos 90% de açúcar, não acredito que uma empresa como a que produz o suplemento, “entregaria de bandeja” essa informação no rótulo, visto o controle existente neste mundo atual, e, a fiscalização dos clientes, super informados, e cada vez mais intolerantes com essas coisas.
Mais uma vez desculpem comentar em um post de 2013. Mas creio que, para mim leigo, não estão claras as informações apontadas.
Obrigado


    May 18, 2017

    A informação de 27 gramas de carboidrato é para cada porção de 30 gramas de produto, conforme orienta a legislação: então, por maior que seja a surpresa, é verdade.


Aug 23, 2017

E o Sustain (zero) Jr? Que não tem adição de açúcares e tem também uma grande quantidade de carboidratos? Desculpe a insistência, não quero confrontar, mas sim saber.
Meu filho tem restrições alimentares, fizemos diversas mudanças pra deixá-lo mais saudável e integrado ao meio. Em breve posso até narrar com mais detalhes.
Mas enfim, ele ainda toma de manhã e de noite um copo de leite ninho com “chocolate”. Começou com toddy/nescau, depois sustagem, e agora Sustain jr.
Outra coisa, eu não sigo a orientação do rótulo, uso entre uma ou duas colheres de chá, aquelas pequenas, nem rasa e nem cheia. Notei que no sustain o predominante eh a maltodextrina, e no sustagem era a sacarose.. E que jah tentamos sem sucesso a rapadura ralada, açúcar mascavo, chocolate do padre, etc, sem sucesso..
Enfim, existe algum menos ruim entre: sustagem, sustain, sustare ou nutren (todos infantis) lembrando que o filho em questão tem 5 anos?
Ele mamou no peito uns 6 meses, a mãe teve de trabalhar e foi pra fórmula. Enfamil até um ano, depois aptamil 3 até os 2 anos, depois milnutri até os 3 anos, enfagrow até os 4 anos, e neslac até os 5 aninhos..
A pediatra passou o revitam jr e depois trocamos por conta própria pelo lavitan..
Mais uma vez muito obrigado.


Aug 29, 2017

Pessoal pegou pesado nos coments, primeiro de tudo que vocês têm que ter em mente que se alimentar bem e saudável será mais caro, basicamente todos os produtos naturais são caros, apesar de os refinados passarem por mais refinos eles são mais baratos( vai entender o mundo) kkk.
E para o pessoal aí criticando muito á sustagem e tals e outros alimentos, creio q não seja pra tanto. Essas mesmas pessoas devem utilizar pasta de dente vendida nos mercados, óleos vegetais, sal refinado entre outros. Tudo que falei ai em cima , são péssimos para a saúde, outra coisa que não é boa pra saúde é o leite de vaca, mais enfim não vou falar disso agora. Vocês não precisam tirar isso dos seus filhos, só não deixar o exagerar. Evitem os refinados , sal( flor do sal, sal rosa do himalaia, sal integral) açúcar ( demerara, mascavo, cristal ) ,óleo ( Coco ou banha de porco) , no caso do leite de vaquinha que nao serve p nada, leite de vaca so serve para tirar o calcio do seu corpo e nao colocar, acordem povo zumbi. Somos os unicos seres do planeta a beber leite depois do desmami, afinal você não vê um Touro mamando na vaca ou a vaca mamando em outra. Então onde ela encontra tanto cálcio? Bem óbvio né! No verde, no Mato, simples assim. Nossa é tanta coisa p dizer. Mais não acreditem em mim , vão fazer suas próprias pesquisas e estudos, pois as informações está todas ai, não pesquisem em apenas uma fonte, veja várias, pesquisem mais pelo YouTube, tem muitas coisas interessantes la. By by


Aug 29, 2017

Essas sustagens que tem no mercado nao sao de todo mal, claro que uma alimentação saudavel contendo legumes, verdurais e frutas nao se compara, mais na falta disso, de o suplemento sim. Creio q exista sem açúcar, acho que o da Nutrem, mais apenas o de chocolate. Usem com moderação pois isso engorda se usado em excesso, pois possui muito carboidrato, e é aquela coisa, se é assim ninguém deveria consumir as frutas, legumes e verduras por causa dos pesticidas neh! Nem tão pouco comer carne por causa dos hormônios entre outros.

Dica: para lavar frutas, legumes e verduras coloque 10 gotas de tintura de iodo á 2% para cada litro de água em uma vasilha tampada longe de qualquer iluminação por uma hora, depois é só lavar em água.

No caso do leite que falei no coments acima, tem outras opções bem interessantes que podem substituir o leite se vaquinha, inclusive que podem ser feito em casa, muito melhor, leite de amêndoas, nozes, Coco, arroz entre outros. Tem gente que faz leite de inhame, muito bom também. No caso das crianças tem que testar qual ela vai gostar mais. Tem muitas receitas na net, e para quem tem intolerância á lactose é a solução perfeita.

“Que seu alimento seja seu remédio e seu remédio seja seu alimento”
Hipócrates ( pai da medicina)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



More Story
Retrospectiva MILC: semana 4
Participamos de muitos eventos durante o ano de 2012. Em quase todos os eventos, era a primeira vez que um coletivo de mães...