campanhas / 8 de maio de 2014

Mães Precisam

Vanessa Anacleto*

Uma blusa, bolsa, perfume. Muito amor, atenção, apenas a lembrança. Dos bens materiais, que esteja realmente precisando, uma mãe poderá gostar. Dos imateriais, estes sim, ela sempre precisa. Mas, além dos filhos reunidos e próximos, o que mais uma mãe precisa todos os dias?

Falamos das mães, o que elas querem? Falamos destas coisas que não cabem numa caixa, que não pode ser pagas com cartão de crédito em várias parcelas, que são esquecidas num canto de armário e não são descartáveis? O quê?

Antes de serem mães, muitas mulheres desejam poder decidir quando e se terão filhos sem serem julgadas. Mulheres sem filhos ou que adiam a prole pela profissão ou qualquer outro motivo, não são seres egoístas que negaram uma missão divina.
Mães em potencial desejam atendimento pré natal decente e condições para levarem a gravidez a termo.
Mães em potencial desejam informações completas sobre o parto e que os vergonhosos números da violência obstétrica no Brasil sejam achatados.
Mães desejam amamentar seus filhos sem serem olhadas por desprezo pelas outras pessoas e expulsas de locais públicos ou privados.
Mães desejam informações adequadas sobre rótulos dos produtos alimentos, pois todos tem direito de saber o que comem.
Mães desejam educação pública e de qualidade para todos os filhos.
Mães desejam que as crianças possam ter acesso a conteúdo cultural e de entretenimento sem que para isso se tornem reféns da publicidade.
Mães desejam liberdade para educar seus filhos sem o assédio dos anunciantes que ainda hoje se dirigem às crianças mesmo cientes do mal que fazem.

respeito


E mais:
Mães desejam atendimento de saúde digno para todos;
Mães desejam mobilidade urbana e desenvolvimento sustentável;
Mães desejam hortas comunitárias;
Mães desejam praças públicas bem cuidadas;
Mães desejam opções culturais e de lazer acessíveis a todos;
Mães desejam segurança para suas famílias;
Mães desejam ver seus filhos crescerem em paz.

Sim, sabemos que esta lista não teria fim e que este conjunto de desejos pode parecer utópico, absolutamente inacessível. Mas, que esperar de alguém capaz de carregar o mundo inteiro dentro de si?

(*) Vanessa Anacleto é mãe do Ernesto, co-fundadora do MILC , autora do livro Culpa de Mãe e blogueira no Mãe é tudo igual 

 


Tags:  dia das mães direitos mães

Bookmark and Share




Previous Post
Movimento Infância Livre de Consumismo agora é MILC, ops, milc
Next Post
Eu resgato. Tu resgatas. Nós resgatamos



Mariana Sá




You might also like




2 Comments

May 08, 2014

Encontrar a milc foi um grande prazer, um belo achado. Dirijo uma Igreja protestante Congregacional no interior de Minas Gerais, e temos nosso foco travado nas conquistas de direitos de cidadania e seu incremento qualificado dos valores e princípios cristãos Bíblicos, e que em muitos dos aspectos também os vejo defendidos por vocês aqui. Quero deixar claro que embora estejamos dentro de um panorama “nacional” de mudanças institucionais e sociais de foco, e vejo isto como a mais simples das características da humanidade, ou seja, crescemos e mudamos nossos hábitos de leitura do mundo que nos cerca, implementado de um senso crítico construtivo e responsável.
Bem, não queimarei tempo ou espaço com defesas de fé ou da fé, mas coloco-me a disposição como alguém que se importa com a qualidade de vida do ser humano, e que tem difundido algumas abrangências da milc na rede.
Assim, caso seja do agrado desta comunidade, gostaria de gozar da liberdade no poder contribuir com comentários e se possível somar com a percepção cristã de amor e misericórdia, de seriedade e voluntariedade, sem os agregados que tem tornado este estilo de existência em algo radical e intolerante.
Deus os abençoe a todos, assim com também, desejo a todas as mães que acessam este link, um oportuno e feliz dia das mães! Com motivos reais de celebração em seus lares.
Vou orar com vocês.
Pai, em nome de esus
Com carinho fraternal em Cristo.
Presbítero Cleber Aguiar.


    May 08, 2014

    rsrs apertei uma tecla errada.
    Pai, em nome de Jesus.
    Recebe e aceita a adoração e a gratidão de cada um de nós.
    Isto te seja agradável, e nos suavize a alma. Também, nos seja por fundamento de paz pessoal.
    Mas venho à tua presença, apresentar diante do teu altar, cada lar, cada família, cada mãe.
    Peço-Te, toma em Tuas mãos cada mulher, assiste-as, no mais íntimo do seu ser.
    Dá da Tua sabedoria e tenacidade, glorifica-as com mais coragem ainda para que sejam em cada dia
    modelos mais marcantes diante de seus filhos, e promovam na forja do caráter deles, a marca de uma educação encharcada de valores e princípios de dignidade, de honestidade, de paz, de respeito e de civilidade.
    O Senhor, seja o maior presente na vida destas mulheres.
    É o que te rogo, em mansidão e amor solene.
    Em Cristo Jesus o Senhor.
    Amém!
    Feliz dia das mães a cada mãe linkada no milc.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



More Story
Movimento Infância Livre de Consumismo agora é MILC, ops, milc
Começamos a trabalhar em março 2012 com o nome “Infância Livre de Consumismo”, resultado de uma enquete ampla feita...