milc / 24 de novembro de 2014

Acompanhe o MILC

Você notou algo de estranho no seu Facebook ultimamente? Você tem visto cada vez mais as mesmas páginas sempre, e não tem visto o conteúdo diversificado das páginas que você curtiu porque queria saber das novidades? Não é porque essas páginas de sempre postam mais: é porque elas pagam mais ao Facebook.

Há bastante tempo o Facebook vem limitando o número de pessoas para as quais o conteúdo das páginas é exibido. Isso se chama alcance orgânico, ou seja, as pessoas que vêem o post na hora em que ele é colocado. Hoje, o alcance orgânico está em cerca de 1%. Esse número aumenta com as interações. Se você curtir, comentar ou compartilhar alguma coisa da página – principalmente nos primeiros 5 minutos em que ela foi postada – o Facebook entende que o conteúdo é interessante e o mostra pra mais pessoas.

E por que o Facebook faz isso? Pelo mesmo motivo que as empresas acham justo anunciar para crianças: lucro.

Quanto maior o público, mais dinheiro você gastaria para manter a sua atenção no Facebook. O que funciona para grandes empresas que querem manter sua marca na mente das pessoas, mas não funciona para pequenas empresas e principalmente para movimentos como o Milc! Nós nascemos aqui no Facebook e é aqui que conseguimos reunir tantas pessoas interessadas na discussão, o que nos dá forças para continuar nosso trabalho dentro desta rede social. Porque é isso que nós somos: movimento. E um movimento precisa de pessoas.

Nós queremos fazer o Milc chegar para quem se interessa por ele. Mas não queremos, nem achamos justo, pagar ao Facebook para isso. Por isso estamos procurando novas formas de interagir e levar o nosso conteúdo até você.

E queremos saber mais: o que você espera do Milc? Que tipo de conteúdo te interessa? E como você prefere recebê-lo? Elaboramos o questionário abaixo para saber qual é a melhor forma de continuarmos essa luta pelo fim da publicidade infantil e por uma infância mais livre, e seria de grande ajuda se você pudesse respondê-lo:


Tags:  #infancialivre blog Instagram MILC newsletter Twitter

Bookmark and Share




Previous Post
Famílias, amo vocês
Next Post
Infância e consumo: uma inspiração



Mariana Sá




You might also like




0 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



More Story
Famílias, amo vocês
Texto de Luc Ferry* [...] Para dizer mais brutalmente as coisas: o modelo do consumismo puro é o da addiction, ou vício....