campanhas / 11 de abril de 2017

Coelho não é brinquedo

Imagina o personagem mais simbólico da Páscoa em carne, osso, pelos e orelhas! Sim, as crianças vão se divertir e até podem se beneficiar muito com a interação com estes bichinhos criados como animais de estimação.

Mas coelho só é legal para quem tem quintal e muita disponibilidade para cuidar de um animal. Dar um coelho como presente de Páscoa requer a mesma responsabilidade que escolher o animal de estimação: afinal bicho não é brinquedo e requer cuidados, dedicação e responsabilidade! E as crianças devem e podem se envolver nos cuidados, mas é o adulto que é responsável pela sua saúde e bem-estar.
Coelhos são muito fofos, mas sentem medo, frio, fome, ficam doentes, fazem muita sujeira e precisam de um ambiente adequado: pense se uma gaiola num apartamento é a condição de vida ideal antes de ir numa feira e levar um para sua família.

Ah, e nem precisa comprar um coelho para ensinar às crianças o que ele tem a ver com a Páscoa? Eis aí uma boa história para resignificar a Páscoa fora do consumismo…


Na foto: este coelho estava na área comum de um condomínio no ano passado, semanas depois da Páscoa. As crianças ficaram muito interessadas nele. Ensinamos a observar de longe, e mesmo assim o bichinho se afastou aos pulos.


Tags:  #animalnãoébrinquedo #infancialivre #páscoa2017 #pascoalivre #pascoalivredeconsumismo #páscoasemconsumismo #páscoasemlicenciados maternidade responsável Páscoa proteção animal responsabilidade

Bookmark and Share




Previous Post
‘Minimalism’: um documentário sobre as coisas importantes
Next Post
4 ideias e inspirações para uma Páscoa sem consumismo



Movimento Infância Livre de Consumismo




You might also like




0 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



More Story
‘Minimalism’: um documentário sobre as coisas importantes
Texto especial para o Milc de Mariana Sá* Disponível na Netflix, Amazon, Vimeo e iTunes, o documentário apresenta as ideias...