outros / 8 de junho de 2012

Depoimento: É muito mais rápido e garantido seduzir crianças

Depoimento de Ivana Mihanovich , Publicitária.

Durante 30 anos trabalhei como produtora de elenco em comerciais e, naturalmente, dentro desse tempo fiz centenas de filmes com e para crianças.

É muito mais rápido e garantido seduzir crianças do que tentar convencer um adulto, óbvio. Por isso, vão guerrear feio contra o movimento de vocês. No meu meio, à boca pequena, muitos dizemos que comercial de TV com ator famoso, com criança e com cachorro não é publicidade; é só truque de diretor de criação ruim ou preguiçoso, porque o roteiro, a fotografia e o acting dos atores podem ser um lixo, mas a peça vai prender a atenção de qualquer maneira, já que a maioria deslumbra-se com celebridades, ou fatalmente se enternece com crianças e pets. É um truque de mágico de feira, mais velho que andar pra frente, e mesmo assim atinge a maior parte do target, porque quase ninguém mais mantém espírito crítico diante do que a TV despeja na sua casa.

De todo lado por onde se olhe, eu acho TV em geral uma coisa nociva, em especial para mentes sem defesa. A coisa é um loop: a maior parte do que passa na TV vem formatando as mentes de todos, adultos e crianças, há décadas. Ela determina o que é a “onda” do momento e “onda” nada mais é que um rebanho seguindo algo sem questionar, desde roupa até pensamento.

O mais eficaz agente disso são as novelas e os programas ditos de humor, mais que a propaganda, na minha opinião. Esta muitas vezes é, sim, maliciosa e nociva, mas pega muita carona pra reforçar o que a novela das 9 já mandou o rebanho fazer/comprar/querer/sentir/pensar. Propaganda e TV trabalham juntas, manipulando o telespectador através da maior parte da programação (que não se chama programação à toa). Na minha maneira de ver a questão, hoje está quase todo mundo sendo teleguiado e nem percebe.

Quanto ao Conar, francamente considero-o um bodoque, num confronto dessas proporções. Afinal, pensa bem: é como se o Diabo criasse um departamento pra limitar a si mesmo e regrar suas próprias diabruras. Quem, dentre os pobres mortais, esperaria suporte imparcial e genuíno disso aí?

 

#publicidadeinfantil


Tags:  #publicidadeinfantil comerciais depoimentos filhos infância infância livre de consumismo maternidade maternidadee filhos propaganda com crianças propaganda infantil publicidade infantil publicitária publicitários

Bookmark and Share




Previous Post
Conar: Denúncia de Páscoa, Decisão no São João!
Next Post
Nosso Movimento na Rio+20



Mariana Sá




You might also like




0 Comment

Jun 08, 2012

Ótimo texto, mais direto impossível. Em Portugal onde moro o apelo dos comerciais não é tãããão forte como no Brasil, mas existe, claro. Realidade triste mas verdadeira, algumas pessoas estão se movimentando, questionando, fazendo outra escolhas, e isso nos dá esperança de que o espírito crítico volte de onde quer que tenha ido.


Jun 08, 2012

[…] […]


Jun 10, 2012

Excelente, Ivana, excelente!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



More Story
Conar: Denúncia de Páscoa, Decisão no São João!
Texto de Ana Cláudia Bessa Na Páscoa foi veiculada uma propaganda da TELESSENA dando figurinhas do RESTART. Achei uma loucura...