outros / 12 de março de 2013

Desliga a TV e vai comer brioche!

Texto de Ana Júlia Portela*

Não entendo essas mães que reclamam da publicidade infantil. Criam fan page nas redes sociais, exigem leis que protejam a infância, cobram uma atitude do Conar e ficam enchendo o saco dos publicitários. Será que elas ainda não se deram conta de que há um caminho mais fácil? Até Maria Antonieta já sabia disso há duzentos e tantos anos.

Imagem 1

Não gostam, não usem. Acham a tarifa de luz cara? Peçam pra cancelar o serviço. O transporte público é ruim? Vão pro trabalho a pé. Estão cansadas de esperar na fila do SUS? Parem de adoecer. Maria Antonieta, minha querida, quanta sabedoria por debaixo do vosso régio topete!

Viram como é simples? Se desdenham do pão, comam brioche, suas reclamonas! Sempre há uma segunda opção.

“Então quer dizer que, se desligarmos a TV, a publicidade infantil vai parar de se aproveitar da ingenuidade das crianças?”

Sim, mas isso só se aplica às crianças cujos pais desligarem a TV.

“E as outras crianças? Que se danem?”

Mas que raio de mania é essa de se preocuparem com as outras crianças! Cuidem dos seus filhos, vão pra casa e façam ativismo de sofá, de preferência sem se levantar do sofá.

Imagem 2

“Acontece que o marketing infantil não está só na TV. Está em quase tudo: internet, gibi, outdoor, panfletos. Tudo contaminado.”

Mas vocês têm opção: desliguem a internet, o outdoor, os gibis. E, sobretudo, desliguem a TV.

“Mas se todas as mães desligarem a TV, não vai ser ruim para os publicitários? As crianças não veriam mais a publicidade dirigida a elas…”

Exato. A publicidade infantil iria acabar, porque os anunciantes não teriam retorno.

“Então por que os publicitários nos mandam desligar a TV?”

Ei, você não levou a sério esse papo de comer brioche, levou?

*Ana Julia Portela é mãe, professora, violoncelista, estilista, pós-graduada em Psicomotricidade pela PUC-Minas e autora do blog Ensine seu filho.


Tags:  controle remoto desligue a TV publicidade infantil

Bookmark and Share




Previous Post
Realidade com script
Next Post
Três motivos para (não) ser a favor de publicidade infantil



Mariana Sá




You might also like




0 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



More Story
Realidade com script
Texto de R* Eu ando bem envolvida no universo materno e ainda assim acho que não existe jeito certo de maternar. Minha...